Conheça os principais desafios do setor de RH no varejo

Conheça os principais desafios do setor de RH no varejo

Atualmente, o setor de RH no varejo, como o de outros segmentos, precisa estar muito mais voltado para as pessoas do que para processos. Mas os desafios são enormes, e vão desde alta rotatividade até o correto gerenciamento de documentos.

Vamos, então, pensar mais sobre alguns desses desafios e nas soluções.

 

Desafio 1 – Atrair e reter talentos

A retenção de talentos é considerada um dos grandes desafios do setor de RH no varejo, já que a rotatividade, ou turnover, no Brasil, é extremamente alta. Segundo o Ministério do Trabalho, numa escala de 0 a 10, o varejo é o segmento com maior rotatividade no País – 6,17 – enquanto a média nacional fica em 3,79. De acordo com o indicador do Governo Federal, depois do comércio, a maior taxa de rotatividade se dá no agronegócio (5,34), construção civil (4,39) e serviços (3,53).

Segundo Heloísa Ribeiro de Araújo, consultora de RH, no setor de varejo a mudança de talentos para concorrentes é frequente. Mas, independentemente da razão que leva o funcionário a sair da empresa, quando esse processo se dá com muita frequência ele pode virar uma dor de cabeça para o setor de RH no varejo. “Além dos gastos, a necessidade constante de treinar mão de obra acaba saindo mais caro do que a atender as demandas dos funcionários e garantir que eles continuem na empresa”.

Por conta disso, uma tendência é adotar o conceito de marketing de recrutamento, que privilegia o desenvolvimento, a definição e a divulgação da marca do empregador por meio de anúncios de vagas. Dessa forma, ele ajuda a descobrir e promover os diferenciais da empresa que fazem dela um bom lugar para o profissional trabalhar. A ideia é converter potenciais candidatos em contratações efetivas, da mesma forma que o marketing tradicional se propõe a converter prospects em clientes.

 

Desafio 2 – Treinar e engajar talentos

Com a alta taxa de rotatividade, o setor de RH no varejo enfrenta também o seguinte desafio: embora o treinamento seja fundamental para que o funcionário e a empresa alcancem as suas metas, quanto mais capacitado, mais essa pessoa ganha valor no mercado e passa a ser cobiçada por outras marcas.

Aí entra toda a estratégia de engajamento dos funcionários. Segundo a assessoria econômica da Fecomércio/SP, uma equipe preparada e motivada é essencial para o setor varejista. Sem ela, cativar o cliente e, consequentemente, realizar boas vendas, se torna uma tarefa muito mais difícil.

Tudo começa com uma boa comunicação: antes de cobrar o funcionário, é necessário deixar claro o que é esperado dele. Portanto, elucidar quais são as metas da empresa ajuda a nortear a atuação de cada colaborador. Não basta, porém, apenas informar os empregados sobre as expectativas da empresa. Também é preciso conhecer as particularidades de cada um, seus pontos fortes e fracos, e entender como cada indivíduo se comporta nas diferentes situações enfrentadas diariamente no ambiente de trabalho.

Por fim, oferecer boas condições de trabalho, como um salário adequado e benefícios, é sempre uma excelente maneira de motivar os funcionários. Mais do que gastos, são maneiras de investir na empresa, a fim de criar um ambiente de trabalho que proporcione oportunidades de crescimento para todos.

 

Desafio 3 – Gerenciar alto volume de documentos

Grandes redes varejistas estão presentes em diversas localidades, e devem atender a regras locais e globais sobre armazenamento e manipulação de dados sensíveis. E os arquivos dos funcionários estão repletos de informações sigilosas, como dados médicos, financeiros etc.

A melhor estratégia a ser adotada é a implantação, junto com um parceiro com expertise comprovada, de uma solução de gestão de documentos capaz de fornecer controles rigorosos de confidencialidade, recuperações precisas, tempo de resposta rápida e gerenciamento de todo o ciclo de vida dos documentos, desde a sua digitalização, armazenamento, guarda até a destruição segura.

Uma eficaz solução de gestão de documentos deve incluir, entre outras funcionalidades:

  • Automatização e simplificação de fluxos de trabalho
  • Notificações sobre documentos faltando ou desatualizados
  • Integração com sistemas existentes de RH
  • Trilha de auditoria segura para cada interação que qualquer usuário tenha com um documento
  • Compartilhamento e exportação de arquivos com facilidade e controle